Nos leilões é possível encontrar todos os tipos de bens. Mas é de tudo mesmo!

Imóveis, veículos, maquinários industriais, mobiliários, eletro e eletrônicos, urna funerária (caixão), vestido de noiva, vestuário, combustível, cota de clube, alimentos, animais etc.

Essa imensidão de tipos de bens faz como que muitos se perguntem: “De onde surgem estes bens vendidos em leilão?”

As origens destes bens são diversas, por isso trouxemos abaixo algumas informações para que você entenda um pouco melhor sobre o assunto.

  • NOS LEILÕES JUDICIAIS a venda do bem é determinada no Processo Judicial pelo juiz responsável, e se dá para o cumprimento de várias obrigações como por exemplo, o ressarcimento de dívidas.
  • EM LEILÕES EXTRAJUDICIAIS a venda pode ser devido a Alienação Fiduciária, ou seja, quando é descumprido o contrato de financiamento o bem é levado à leilão para quitação do saldo devedor.
  • JÁ EM CASOS DE LEILÃO PARTICULAR, uma empresa ou uma pessoa física, poderá vender através do leilão seus bens que não lhe interessam mais.

SEMPRE LEIA O EDITAL, lá você terá acesso a todas as informações persistentes ao bem de seu interesse assim como a modalidade de leilão e as condições de compra.

Quer saber mais sobre oportunidade e leilões? Clique aqui e veja outros conteúdos que disponibilizamos para você em nosso blog.