Existem várias vantagens de arrematar bens em leilão. Porem também são muitos os benefícios em colocar em vender bens em leilão aqueles pertences, seja um bem móvel ou imóvel.

Primeiramente vender um bem em leilão tem diversas vantagens. Todo o procedimento da gestão do leilão é acompanhado pelo escritório responsável pelo leilão, que tem a função de auxiliar o interessado em cada etapa de venda e garantir que os procedimentos legais sejam seguidos rigorosamente. Além disso, a venda em leilão é uma modalidade eficiente de negociação que visa obter o melhor custo-benefício para ambas as partes.

Hoje em dia os mais diversos bens podem ser leiloados. Isso atrai bastante os empresários que tem dificuldade em vender itens específicos. A empresa responsável pelo leilão tornará o bem público e encontrará o melhor cliente para arremata-lo, por preços bastantes atrativos tendo em vista o valor de mercado.

Além disso, a segurança das vendas em leilão é uma característica marcante, pois as condições de vendas estarão delimitadas previamente e serão públicas, o que auxilia na divulgação e ainda lhe garante a segurança jurídica necessária.

Agora, vamos esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre vender bens em leilão:

Quem pode vender um bem em leilão?
Qualquer pessoa física ou de representação jurídica com mais de 18 anos pode vender em um leilão, desde que tenha a documentação atualizada com origem comprovada.

Quais bens podem ser colocados a venda?
Qualquer bem pode ser leiloado, desde que possua a origem comprovada.

Como colocar um item para ser leiloado?
Primeiramente é necessário que o responsável tenha como comprovar a origem do bem. Depois de comprovada a posse, basta entrar em contato com a equipe da leiloeira e verificar os procedimentos internos e as devidas negociações contratuais.

Qual a diferença de colocar um imóvel em mobiliaria ou leilão?
Colocar um imóvel a disposição da imobiliária é ter em mente que o procedimento não será nada rápido. É necessário fechar um contrato e deixar o imóvel aberto para visitações frequentes, sem ter uma ideia prévia de quando será vendido. Quando finalmente alguém tiver interesse na compra começara a fase de negociações, que pode se estender por um bom tempo até chegar a um preço ajustado entre as partes.

No leilão isso não acontece! A empresa responsável pelo leilão reunirá todas as informações necessárias no edital, de forma clara e objetiva, como a data que será leiloado, o valor mínimo para o interessado dar lances e a forma de pagamento. Após arrematado, basta o comprador regularizar a documentação necessária e terá a posse do imóvel, e o vendedor terá o dinheiro na mão de forma mais fácil e rápida.

Agora você sabe os benefícios de escolher as empresas de leilões para vender de forma rápida e segura os seus bens. Estamos disponíveis para esclarecer todas as suas demais dúvidas.

Quer saber mais sobre o mundo dos leilões? Clique aqui e baixe nosso Guia do Arrematante. Não perca essa oportunidade.